full screen background image

História dos Games: Curiosidades e fatos sobre o StarCraft

História dos Games: Curiosidades e fatos sobre o StarCraft

Já faz tempo que o StarCraft faz sucesso entre os jogadores online. O primeiro game estreou há quase duas décadas, em 1998. Desde então, entre pacotes de expansão e novos jogos, foram lançadas mais sete versões. Com tanta história, vamos relembrar algumas curiosidades e fatos sobre a série.

Este jogo de estratégia em tempo real é feito pela Blizzard Entertainment, a mesma que chefia a série Warcraft. A ideia principal do StarCraft funciona ao redor do Warcraft, pois o jogador escolhe raças ou fações para jogar, e a partir disso é possível construir cidades, se proteger dos ataques e dominar os inimigos.

História

No StarCraft, a ficção é inserida em uma realidade futurista. O jogo se passa em 2499, em que a história é protagonizada por três diferentes espécies da galáxia, que são chamadas de Zerg, Protoss e Terranos.

Tudo começa em 2200, quando a humanidade tem a necessidade de buscar novos espaços na galáxia após a Terra enfrentar problemas gerais. Assim, houve a procura por lugares habitáveis e colonização de outros planetas. Primeiro foi a lua, e logo em sequência vários outros foram povoados.

Em meio a colonização, um cientista iniciou uma viagem ao espaço utilizando humanos que não eram mais desejados na Terra. Através de grandes máquinas, houve problemas a cerca de 60 mil anos luz da Terra e eles ficaram presos e sem lugar no meio do espaço. Assim, tiveram que aterrissar em lugares próximos, então os planetas Umoja, Moria e Tarsonis.

Os tripulantes se adaptaram muito bem aos novos lugares, e formaram grupos para liderar a vida nesses lugares. Quando os recursos dos Terranos começaram a ficar escassos, eles tiveram que procurar opções em outros lugares, e a batalha começou contra diferentes raças.

As batalhas se entrelaçam entre Protoss, Terranos e Zergs, o que causa um cenário de muitas opções para os jogadores. No enredo inicial, quando os Terranos passam a procurar recursos em outros planetas, eles enfrentam os Protoss. Enquanto isso acontece, os Zergs invadem os planetas dos Terranos e declaram guerra contra os Protoss.

Como se não bastasse tanta ação entre as três raças, os Terranos também não ficam livres de problemas internos. Entre diferentes lideranças nos mundos povoados entre eles, começam a haver conflitos que dividem a raça em fragmentos.

A produtora do game equilibra muito bem os três grupos que protagonizam o jogo. Cada um apresenta falhas e qualidades específicas, que possibilitam o jogador a realizar diferentes estratégias e montar cenários que são fundamentais nos duelos.

Curiosidades

O game se popularizou muito na Coréia do Sul, que elevou o patamar do game a um nível verdadeiro de profissionalismo. Em 2005, por exemplo, cerca de 120 mil pessoas assistiram ao vivo em um estádio aberto a final do campeonato daquele ano.

Considerado como país que mais idolatra o jogo, a Coréia do Sul também se tornou um destino para profissionais de outros países. No começo da década de 2000, vários jogadores se mudaram para o país asiático em busca de mais torneios ao vivo e maiores premiações.

Há casos famosos de jogadores que saíram de seus países para conquistar carreira na Coréia do Sul, como Guillaume Patry, canadense que aos 18 anos se mudou para o país após ser um inovador de estratégias no game.

Outro caso conhecido é o de Bertrand Grospellier. Conhecido como ElkY, ele se mudou para lá em 2001, quando tinha apenas 20 anos. O francês conseguiu grandes feitos no país asiático. Em 2002, por exemplo, chegou à semifinal do Sky OSL, e se tornou um dos poucos estrangeiros a chegar em uma fase tão avançada do torneio.

No cenário do StarCraft, ao lado de Patry, Grospellier é o estrangeiro mais conhecido na Coréia do Sul. O francês não atua em tempo integral por causa da carreira no poker, esporte em que é considerado um dos melhores jogadores online – mas, vale lembrar, em 2001 chegou a se mudar para a Coreia do Sul só para competir no StarCraft. Já Patry ainda continua na ativa e participa de torneios.

Muito bem aclamado pela crítica, o StarCraft é um jogo que, desde o início, marcou época. “É um jogo pioneiro de ação e estratégia que revolucionou o mercado dos jogos”, classifica o site especializado IGN, que coloca a nota de 9,5 para o game.

Além disso, o segundo game da série também é elogiado pelos críticos. De acordo com o Metacritic, ganha a nota de 9,3. Entre os usuários, a avaliação desce um pouco, mas fica em ótimo nível com 83 em 100 possíveis.

Com uma história profunda e cheia de detalhes, o StarCraft faz sucesso há quase 20 anos. Um dos percursores do e-sports traz a possibilidade de profissionalização para os melhores e um ótimo passatempo para os jogadores casuais. Com a modernização dos games e o avanço da tecnologia, a Blizzard Entertainment tem tudo para seguir inovando nos gráficos e entretendo os fãs da série.



Fabiano Naspolini de Oliveira

Fabiano Naspolini de Oliveira (Editor-Chefe) – Formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (Udesc), Pós-Graduado em Docência para Educação Profissional (Senac), MBA em Game Design (Universidade Positivo) e Mestrando em Tecnologias da Informação e Comunicação (UFSC). Foi redator do portal Nintendo Blast, professor do Senac/Senai e Game Designer/Sócio-Fundador do estúdio Céu Games por 6 anos. Atualmente, é professor do Curso de Tecnologia em Jogos Digitais (UNESC) e escritor. Adora jogos de RPG, estratégia, aventura, luta e alguns casuais. Fã da série Megaman, curtindo DotA 2 e jogos de plataforma em geral.


Show Buttons
Hide Buttons