Gamers: Capítulo 7: Os poderes Super Mario congelados – Frosted Glacier e as argolas de Wendy

Saga do Reino de Mushroom

No último capítulo, George, Sandro e Roberta viajaram pelo fundo no mar na região de Sparkling Waters.

O desfecho termina com a vitória contra Larry, filho de Bowser que dominava naquela região.

Agora chega o momento de vivenciarmos a aventura de Mario e Tamires nas gélidas terras de Frosted Glacier.

Será que encontrarão os poderes Super Mario e vencerão as forças de Wendy, a filha de Bowser?

Saga do Reino de Mushroom

Reino de Mushroom

Capítulo 7: Os poderes Super Mario congelados – Frosted Glacier e as argolas de Wendy

Ainda não ocorreu a vitória dos escolhidos contra Larry aqui. Os eventos em Frosted Glacier e Sparkling Waters eram concomitantes, leitor. Mas as aventuras nesse lugar gélido prometiam um grande interesse devido aos poderes de Mario, que seriam buscados naquela região.

A aventura seria tanta que parece que terão obstáculos bem maiores em relação à obtenção dos poderes do escolhido Mario.

        Cooligan - Super Mario– Chefe! – grita um cooligan. – Os indícios do mestre Bowser estavam certos – pega um cogumelo dourado à power up de Mario e o levanta acima de sua cabeça de pinguim. – Achamos os poderes do escolhido.

A chefe – sim, dessa vez feminina – aproxima-se do lacaio e fica observando aquele item bem incomum. A seguir, pega-o e continua a admirá-lo, falando:

        – De fato são os poderes daquele fedelho intrometido. Já derrotou dois dos meus amados irmãos.

        – Vamos atrás deles, chefe – diz mais um integrante da tropa de cooligans presentes, todos com a marca V.B. em seus óculos escuros.

        Wendy Koopa - Super Mario– Isso aí! – diz um integrante das tropas fire bro. – Derreteremos esse escolhido como fizemos com o gelo!

        – Fiquem quietos, pulgas insolentes – pede a filha de Bowser. –

Eles virão até nós. Por isso vim antes para capturar esses poderes. Ainda bem que o achamos porque agora… – olha para longe com determinação, prensando um pouco o cogumelo dourado que segurava – vou acabar com ele! Ririririri… Ririririri… Ririririri…

As risadas ecoaram pela caverna gélida. Wendy e suas tropas aguardavam ansiosamente Mario para uma batalha pela sua captura e o fim da rebelião contra V.B.

 

 

Frosted Glacier era mais fria que Mario e Tamires esperavam. Procuraram os agasalhos cedidos aos rebeldes e estavam tão cobertos que mal apareciam seus olhinhos.

Após uma série de perigos enfrentados e escorregadas no gelo, os escolhidos conseguiram se safar de muitos deles com a ajuda de bebês Yoshis azuis e, claro, suas montarias desse dinossaurinho verde. Suas bolhas ajudavam a evitar muitos confrontos e podiam seguir o seu destino.

Qual e como sabiam? Bastava acompanhar a bússola de Mario: o seu colar de escolhido entregue pela estrelinha lá na Terra.

        – Ele está brilhando intensamente, Mario, nessa direção – comenta Tamires, que tinha dificuldades de conversar devido a intensa neve que pegaram pelo caminho.

        – Deve ser naquela caverna ao longe cujo nome é… Veja! – aponta para uma placa indicativa, apontando naquele lugar mesmo. – Icicle Caverns. Vamos para lá!

        – Até porque essa neve toda… – reclama Tamires – vai nos soterrar aqui!

De fato, os passos dos Yoshis estavam muito devagar com os seus pés afundando na neve. Era uma dificuldade absurda, mas pelo menos não tinham que tomar tanto cuidado como andar em águas congeladas.

Ao se aproximarem da entrada da caverna, Tamires sentiu uma energia maligna poderosíssima lá dentro, mas não só uma… como outras várias.

        – Prepare-se para enfrentar perigos aqui dentro – sente Tamires. – Vamos ter companhia de Bowser e V.B. Será que é confiável entrarmos aqui?    

Penguin Suit - Super Mario

– Confiável ou não… temos escolha? Vamos deixar os Yoshis aqui e entraremos. – finaliza Mario, já entrando na caverna e pegando um power up da bolsa.

        – É, de fato… – pegou um power up também, o mesmo de seu colega.

Penguin Suit era o artefato que usariam. A aparência poderia ser fofa, mas naquela caverna iam ganhar um impulso enorme, deslizando em chãos de gelo e se deslocando rapidamente.

Por falar nisso, foi somente o tempo de o usarem para já se jogarem no chão congelado da caverna, percorrendo rapidamente os caminhos.

        – Assim vamos mais rápido – diz Mario, porém atento ao brilho do colar do escolhido, este absurdamente cada vez mais brilhante.

        – O seu colar… – comenta Tamires. – estamos no caminho!

Buzzy Beetle - Super MarioPelo trajeto, vários buzzy beetles eram chocados pelos corpos fortalecidos das crianças, sendo derrotados. Todavia esse desafio era fácil de enfrentar. Pior mesmo eram os buracos que precisavam pular, bifurcações que precisavam decidir rapidamente o trajeto, além de outros bowser troopers que tentavam impedir a passagem deles. Porém, tudo pode ficar pior.

Um tremor invade toda a caverna repentinamente. Os escolhidos ficam com um medo intenso de ficarem soterrados ali mesmo, mas tudo aqui foi suficiente apenas para causar alguns probleminhas adicionais para eles.

        – As estalactites estão caindo em nosso caminho – desvia-se de uma Tamires.

        – Precisamos ter… – quase é acertado por uma, Mario. – atenção! Cuidado!

Uma delas ia cair bem em cima de Tamires, mas Mario consegue jogá-la para junto a ele, salvando-se por pouco.

Os desvios eram muito maiores agora, mas as habilidades dos escolhidos foram na mesma proporção. Ao cessarem os perigos, os dois chegaram a um ponto da caverna que não conseguiram mais deslizar com suas barriguinhas vestidas com a Penguin Suit.

        – Aqui vamos caminhando… Oh! – Mario fica pasmo com o brilho tão intenso que estava o seu colar. – Conseguiremos os meus poderes, Tamires! – diz, muito feliz. – Vamos seguir as emanações dele.

Mario e Tamires caminham pela caverna atentos, porém percebem que ela estava bem calma, comparada as diversas situações que passaram lá atrás.

        – Estranho estar tão calmo aqui – desconfia a menina.

        – Olha! – Mario aponta para um bloco de gelo gigante.

Cogumelo Dourado - Super MarioOs dois escolhidos ficaram bobos. Eles viam um cogumelo dourado dentro desse gelo todo, brilhando com mesma intensidade do colar.

        – É ele! – grita Mario. – Conseguimos! – abraça a amiga, que retribui instantaneamente. – Vamos pegá-lo!

        – Parece que encontraram mesmo – ouvem uma voz feminina atrás deles. – A mim!

Mario e Tamires sentem que estavam em perigo. Um ki maligno vinha dessa voz e a dona dela iria desferir um golpe neles. Eles desviaram, mas o ataque do inimigo foi tão intenso que chegou a rachar a parede congelada próxima a eles.

        – Minhas argolas… – a voz feminina brincava com elas nos braços, como se faz com um bambolê na cintura, e depois nos dedos indicadores. – São poderosas mesmo. Querem uma amostra disso nos seus corpos?

        – É a filha de Bowser! – chama a atenção Tamires. – Wendy!

        – Vejo que minha beleza já voa pelo Reino de Mushroom – comenta Wendy, balançando suas argolas pelos braços com leveza.

        – Beleza não é muito o seu forte não, queridinha – responde Tamires.

        – Menina insolente… – fica raivosa Wendy, preparando um ataque.

Mario aproveita a discussão para tentar pegar o cogumelo dourado, mas…

        – Nem pense nisso, escolhido – uma argola quase acerta as mãos de Mario. – Tropas… levem o cogumelo em segurança. Porque agora… Vou me entender com esses dois aqui.

As argolas começam a girar aos poucos aumentando a velocidade nos braços da vilã. Wendy olhava os dois com atenção enquanto preparava seu ataque.

        – Mario… vá atrás dos seus poderes! Eu cuido dela!

        – Mas…

        – Sem mas. Vá logo! – grita Tamires, já determinada a lutar com a inimiga.

O escolhido assentiu com a cabeça e partiu em direção aos lacaios cooligans de Wendy, que fugiam com seu cogumelo em mãos. Logo, eles chegariam ao chão deslizante e conseguiriam escapar em alta velocidade, deslizando como os escolhidos fizeram.

Wendy, vendo a ação de Mario, lança suas argolas em direção ao escolhido, mas Tamires lança dois Samus Wave Beam contra eles, fazendo-os voltarem à dona sem alvo nenhum atingido.

        – Parece que vai ter que fazer melhor… sua perua! – grita Tamires.

        – Garota mal vestida, recalcada! – grita Wendy com os dentes cerrados de raiva. – Vou mostrar a você o poder feminino. Minhas argolas funcionam como bumerangues. Mas… Tenho um lugar próprio para nosso confronto. Só nós duas.

        – Ótimo! – diz, determinada, Tamires.

Wendy Koopa - Super MarioAs garotas se dirigem para uma arena improvisada na caverna. Wendy coloca patins e começa a dançar muito bem pelo campo.

        – Eles podem ser belos e fazer com que me mova suavemente… mas… – acelera o passo em direção a Tamires, já balançando suas argolas nas mãos. – Ótimo para me mover e te atacar! – pula em direção a Wendy. – Ahh! – golpeia com uma argola.

O golpe da argola acertou em cheio Tamires, porém foi amenizado pela escolhida ter usado o “Samus… Power Suit”. Ela criou com seu ki uma armadura cibernética de energia para protegê-la daquele ataque, mas ela caiu ao chão. Era uma investida poderosa por parte da vilã.

A filha de Bowser aproveita para tentar desferir outro golpe com as argolas, mas Tamires desvia rolando para o lado e atirando:

        – Samus… Wave!

O ataque atinge em cheio Wendy, que começa a voar contra uma parede de gelo pelo impacto levado, mas Tamires ainda termina:

        – Samus… Missile! – atira vários projéteis contra a inimiga.

Os golpes soterram de gelo a filha de Bowser.

        – Foi tão fácil que nem teve graça – diz Tamires ao ver que não houve mais reação por parte da adversária. Porém, mesmo se fazendo de forte, o ataque de Wendy ainda provocava uma dor. A armadura de ki não foi suficiente.

Um barulho nos blocos de gelo foi ouvido pela escolhida, que já estava de costas para a inimiga. Mas não dava tempo. Sentiu as argolas de Wendy atingirem seu corpo como se tivesse levado um grande soco no estômago. A menina acabou caindo de joelhos no chão.

        – Riririri… Riririri… Tola! Não sou tão fácil assim de… – as argolas voltaram para a dona e ela as pegou. – Derrotar! – parte patinando rapidamente em direção à escolhida.

        – É… – suspira Tamires, mas ofegando muito. – Você vai me dar mais trabalho do que imaginava mesmo – prepara mais um ataque. – Mas eu gosto disso!

As duas partem para um ataque frontal. Ambas obtêm êxito nas investidas, mas uma cai ao chão derrotada.

 

 

Mario corria atrás dos cooligans que ficavam deslizando pela caverna com seu cogumelo. Estava difícil alcançá-los, pois eram mestres no que faziam.

Sabe aquele jogo que fica um no centro da roda tentando pegar a bola dos outros que o fazem de bobo? Mario era o tonto da vez. Quando se aproximava, era hora de outro cooligan receber o cogumelo dourado. Fora ainda as bolas de fogo que vinham pelo caminho.

        – Preciso pensar em alguma coisa… – desvia-se de uma bola de fogo. – Eles estão ganhando tempo para que Wendy derrote Tamires – desvia-se de uma investida de um cooligan. – e depois eu fique sozinho.

Fire Bro - Super MarioOutro fator que complicava eram os fire bros que tentavam chamuscá-lo a todo custo pelo caminho.

        – Bolas de fogo… É isso, narrador! Já sei o que vou fazer!

O escolhido ficou brincando com os fire bros bem alinhado aos cooligans que possuíam o cogumelo. Quando as bolas de fogo foram lançadas, Mario desviou do caminho e, em cheio, as chamas acertaram os pinguins, chamuscando-os e fazendo com que jogassem para o alto o item desejado por Mario.

Ele rapidamente dá dois pulos de impulso para um terceiro maior e agarra com toda a força seu cogumelo.

O abraço o fez brilhar muito intensamente, praticamente cegando todos que estavam ali presentes. Após esse efeito, ele ficou flutuando bem em frente ao Mario. O colar levitou do pescoço do escolhido. Os dois artefatos fundiram-se nesse momento.

Mario agarrou o colar após o ato e percebeu uma energia poderosa vinda dele. Ao pegá-lo, o artefato se transformou em uma espécie de relógio no pulso do escolhido.

        – Eu posso sentir o poder… – diz Mario. – Só vou ter que praticar mais para controlá-lo. É muito mais do que eu pensava. Vamos ver… – usa o novo equipamento, configurando como se alguém estivesse arrumando a hora nele. – Mario Invincible Star!

Todo o seu corpo começou a brilhar intensamente e golpeava os seus inimigos com facilidade, derrotando-os todos. Estava invencível!. Foi tempo suficiente para realizar isso e acabar o power up.

        – Só que… – diz Mario, ofegante. – Gasta muito ki… Não estou… acostumado ainda.

        – Pois devia estar!

A voz era de Wendy. O escolhido dirigiu seu olhar à vilã e viu Tamires sendo segurada pela inimiga pelo braço ao alto.

        – Sua amiga é bem… fraca! – Wendy lançou a menina ao chão.

Mario corre para socorrer Tamires. Ela diz a ele “Desculpe… Não fui forte o suficiente. Cometi erros bobos e…”

O menino pede para ela ficar calma, leva-a para um local seguro e pede para descansar. Após fazer isso, olha com muita raiva para Wendy e grita “Você vai me pagar pelo que fez a ela”.

        – Vejo que agora vou ter um desafio de verdade – comenta a filha de Bowser, já patinando em direção ao escolhido para atacar com suas argolas.

Tanooki - Super MarioWendy pula para golpear Mario com a argola, mas ele usa outro power up.

        – Super Mario… Tanooki Statue!

O escolhido vira uma estátua muito dura, impedindo o golpe da inimiga. Rapidamente, ele volta ao normal com a pelagem de guaxinim e já começa a voar para fugir da inimiga. O efeito depois do power up usado passa. Mario não entende o porquê e pensa:

        – Por que não fica estável? Será que ainda não domino os meus poderes ainda?

        – Agora experimente isso… – Wendy lança argolas contra a parede. – Vamos brincar de pinball?

O motivo era claro. As argolas estavam batendo nas paredes como se fossem bolas desse jogo mesmo. Iam de uma parede a outra e claro que o alvo era Mario.

        – São três argolas bem irritantes – Mario desvia-se pulando e abaixando-se.

        – Riririririri… Hora de levar dano! – Wendy patina rapidamente em direção ao escolhido, inclusive desviando-se das suas próprias argolas. Quando estava próxima dele, pega uma argola que passava rapidamente por ela e prepara-se para aplicar uma investida em Mario.

Quando a argola ia encostar no menino, o escolhido pulou em cima do artefato circular, usando-a como plataforma e pulou novamente para ficar bem acima de Wendy. Com isto, aplicou o golpe:

        – Super Mario… Stomp!

Uma pulada em cima da cabeça de Wendy seria inevitável e ela não teve tempo de reagir. Levou toda a pressão dos pés de Mario e, quando as outras duas argolas voltavam da rebatida na parede, tinham como alvo sua dona. Acertaram-na em cheio! A filha de Bowser estava tonta no chão.

        – É o suficiente, Wendy? – diz Mario já transformado com a fire flower e bola de fogo em mãos.

        – Ainda… tenho… – tentava balançar as argolas no braço, mas estava desajeitada e… – Forças… ahh… – desmaia no chão derrotada.

As argolas de Wendy rolam até os pés de Mario. Logo, elas viram luz e começam a se dissolver, assim como todas as marcas V.B. dos cooligans e bowser troopers que estavam ali.

Mais uma batalha vencida e Mario conseguiu seus poderes.

 

 

Após conseguirem sair da caverna com a ajuda de cooligans, não mais dominados por V.B., Mario cuidou de Tamires até que ela se sentisse melhor.

Conseguiram descansar em uma casa perto dali, graças aos Yoshis que os acompanhavam e os bebês que tinham amigos na região. Aliás, dessa aventura dentro da caverna os dinossaurinhos preferiram ficar de fora.

Soda Jungle - Super MarioQuando se sentiram descansados, já viram que estavam próximos à trilha que os levaria à Soda Jungle. De fato, era mesmo, pois viram Sandro, George e Roberta os aguardando em um imenso talo de árvore cortada.

        – São eles! – grita Roberta, chamando os outros.

        – Legal – gritam os meninos escolhidos.

Mario e Tamires recebem os abraços de seus colegas que haviam se separado. Também recebem saudações dos rebeldes, inclusive Tamires se encaminha aos médicos para que tomem conta dela melhor. Mario só havia feito alguns curativos de primeiros socorros.

        – Então agora você tem os seus poderes? – pergunta Sandro, vendo no pulso do colega o artefato novo. – Legal!

        – Sabia que conseguiria – George diz sério, colocando a mão no ombro do colega.

        – Obrigado, pessoal. Tamires está recebendo tratamento médico melhor – demonstra preocupação no semblante. – Nunca mais deixo vocês sozinhos assim em lutas – fica triste, de cabeça baixa.

        – Não foi culpa sua, Mario – consola Roberta. – Eu conheço bem Tamires e sei que ela quis agir assim. Sabíamos dos riscos quando viemos para esse mundo. Mas ela já se recupera logo. Você conseguiu fazer direito os cuidados com ela.

        – Obrigado – sorri Mario à amiga.

        – Mas agora… eu quero comida! – grita Roberta.

        – Roberta? – os escolhidos questionam a falta de noção da amiga, mas depois morrem de rir da situação.

Após os cuidados com Tamires, o descanso e lanche merecido a todos, Mario já sabe da vitória toda contra Larry e, ao ver todos os escolhidos prontos para mais uma jornada, especialmente Tamires, diz:

        – Conseguimos já derrotar quatro filhos de Bowser. Libertamos quatro regiões e eu tenho os meus poderes. Preciso praticar, mas já sinto que vamos salvar esse mundo! – sorri aos amigos. – Vamos nessa! – braços ao alto, vibrando.

Todos gritam como apoio ao escolhido de Super Mario Bros com os braços da mesma forma. Os galopes dos Yoshis começam pela estrada que leva a Soda Jungle.

 

 

        Bowser Jr - Super Mario– Façam algo de efetivo! – dizia, bravo, Bowser, por meio de um comunicador em forma de cano aos seus filhos restantes. – Estou cheio da incompetência de vocês – desliga o aparelho.

        – Parece que você vai ter que contar com minha ajuda – comenta Bowser Jr, já em prontidão para a batalha.

        – Ainda não, meu filho querido, predileto… – Bowser dá dois tapinhas leves na cabeça dele. – Você deve se preparar para aqui… As batalhas têm que ocorrer como estão acontecendo. Preciso enfraquecê-los nessa viagem até aqui. Eu realmente espero que meus filhos vençam esses escolhidos irritantes, mas se não vencerem… – pula alto e pisa o chão fortemente, provocando um tremor assustador no Castelo de Peach. – Você acaba com eles ou eu mesmo. Muahuahuahuauahuhauha…

Continua…

Próximo Capítulo: Inimigos gigantescos – A tóxica Soda Jungle e a lava de estimação de Iggy

Fabiano Naspolini de Oliveira

Fabiano Naspolini de Oliveira

Fabiano Naspolini de Oliveira (Editor-Chefe) – Formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Pós-Graduado em Docência para Educação Profissional, MBA em Game Design e Mestrado em Tecnologias da Informação e Comunicação. Foi redator do portal Nintendo Blast, professor de cursos técnicos e Game Designer/Sócio-Fundador do estúdio Céu Games por 6 anos. Atualmente, é professor de jogos digitais e escritor.

Send this to a friend