Tutorial: Configurando e criando projetos de jogos em Android no Cocos2d-x 3.3

Muitos desenvolvedores relataram problemas ao tentarem criar um projeto no Cocos2d-x.

Assim como qualquer outro software, o motor gráfico também tem suas atualizações.

Veremos como configurar e criar um projeto no Cocos2d-x 3.3.

Terminamos no último tutorial a criação de mais um game para o nosso portfólio. Adicionamos no nosso jogo da memória a funcionalidade de identificar pares de cartas, além de implementamos a finalização do jogo quando as cartas terminam. Nesse tutorial nós não criaremos nenhum jogo novo. Na verdade, retornaremos ao marco zero do desenvolvimento em Cocos2d-x: a configuração do ambiente de desenvolvimento e a criação de novos projetos de games. Vale lembrar que todo o tutorial foi criado para o funcionamento no sistema operacional Windows 7 (créditos a Microsoft). Bora atualizar nosso ambiente.

Esse tutorial é a continuação de outros dois. Para relembrar, necessitamos que o compilador Java, o kit de desenvolvimento Android e o kit de desenvolvimento em linguagem nativa já estejam todos instalados e funcionando. Caso você queira atualizar esses softwares, o que eu recomendo fortemente, ou ainda não os tem instalados, então desempenhe esse tutorial para instalar o JDK e o SDK e esse tutorial para baixar o NDK. Esses tutoriais estão antigos, mas ainda podem ser seguidos atualmente sem muitos problemas.

Figura 1 - Encontrando o compilador Java

Figura 1 – Encontrando o compilador Java

É importante que você teste o funcionamento do compilador Java para que tudo ocorra bem. Primeiramente, você precisa saber onde você instalou o compilador. Abra o explorador de pastas e acesse a pasta “Arquivos de ProgramasJava”, como mostrado na Figura 1. Caso haja uma pasta cujo nome se inicia com as letras “jdk” então você tem o compilador Java instalado. Para testá-lo, abra o Prompt de Comando (veja esse tutorial se você não lembra como fazer isso) e entre na pasta citada. Entre na subpasta “bin” e digite “javac -version”. Se aparecer algo como “javac 1.8…”, como mostrado na Figura 2, então você instalou corretamente o JDK.

Figura 2 - Testando o compilador Java

Figura 2 – Testando o compilador Java

Testamos o compilador Java, agora vamos à configuração do ambiente de desenvolvimento.

 

Instalação do Python

Iniciaremos a configuração do ambiente de desenvolvimento com a instalação do interpretador Python. É uma linguagem de programação funcional interpretada, ou seja, não gera arquivos binários na execução de um algoritmo. É livre, de fácil aprendizado e amplamente utilizada.

Não programaremos em Python em momento algum, porém precisaremos executar alguns scripts escritos na linguagem Python existentes no motor gráfico do Cocos2d-x. Um desses scripts configura o motor gráfico para compilar sem problemas, outro cria um novo projeto e outro compila um projeto existente. Dessa forma, não temos como fugir da instalação para que possamos criar projetos de jogos no Cocos2d-x. Para evitar delongas, baixe a instalação do interpretador Python nesse site e o instale. A instalação é simples, ao estilo “next, next … finish”.

 

Download do Ant

Daremos continuidade com a preparação da ferramenta Ant. Esse software é mantido pela Apache Software Foundation e possui a função de executar um conjunto de processos descritos por meio de arquivos de construção. De forma mais simples, quando vários processos precisam ser executados, de maneira que um possua dependência da execução prévia de outro, as suas execuções podem ser descritas por meio de arquivos de construção e podem ser executados por meio da ferramenta Ant.

Para que um projeto em Cocos2d-x seja criado, compilado e executado, é necessário que seja desempenhado um conjunto de processos onde um é dependente do outro. A equipe que mantém o Cocos2d-x criou vários arquivos de construção para que eles sejam lidos e executados pela ferramenta Ant. Dessa forma, precisamos baixá-la também para que possamos criar nosso projeto sem problemas. Apenas baixe a pasta compactada desse site e a descompacte em algum lugar conhecido. Esse software não necessita de instalação.

 

Adicionando caminhos importantes

Para que os scripts Python possam executar sem problemas, precisamos adicionar alguns caminhos importantes nas variáveis de sistema. Iniciaremos adicionando os caminhos onde se localizam o interpretador Python e a ferramenta Ant.

Para adicioná-los no conjunto de caminhos do sistema, abra um explorador de pastas, clique com o botão direito do mouse sobre “Computador” e selecione a opção “Propriedades”. Na janela de propriedades do computador, clique no link “Configurações avançadas do sistema”, localizado no lado esquerdo da tela. Na janela de propriedades do sistema, clique na aba “Avançado” e clique no botão “Variáveis de Ambiente…”.

Na janela de variáveis de ambiente, encontre a variável “Path”, localizada no grupo “Variáveis do sistema”, selecione-a e clique em “Editar …”. Adicione ao final de “Valor da variável:” os caminhos do interpretador Python e da ferramenta Ant separados pelo caractere ‘;’. A ordem de passos a seguir é mostrada graficamente na sequência de figuras abaixo.

Para finalizar, adicione uma variável de sistema nomeada “JAVA_HOME” com o valor igual ao caminho do compilador Java. Para criar, basta clicar no botão “Novo …” e adicionar a variável com nome “JAVA_HOME” e com valor igual ao caminho do JDK. A Figura 3 mostra essa variável de sistema já criada.

Figura 3 - Variável de sistema JAVA_HOME

Figura 3 – Variável de sistema JAVA_HOME

Para testar se você fez tudo isso certo, abra o Prompt de Comando e digite “python”. Se escrever no prompt a versão do Python e ele ficar esperando uma entrada sua, então o interpretador foi instalado corretamente e o caminho dele foi inserido corretamente nas variáveis de sistema. Digite “quit()” para você fechar o interpretador Python. Agora digite “ant -version”. Se apareceu no prompt a versão da ferramenta, então você adicionou corretamente o caminho dela nas variáveis de sistema. Para finalizar o teste, digite “cd %JAVA_HOME%”. Se você entrou na pasta do compilador Java, então a variável de sistema JAVA_HOME foi criada corretamente. A Figura 4 mostra a sequência de passos para a realização do teste.

Figura 4 - Realização do teste de ambiente para o Cocos2d-x

Figura 4 – Realização do teste de ambiente para o Cocos2d-x

Configurando o Cocos2d-x

Estamos a poucos passos para criarmos projetos em Cocos2d-x. Agora está faltando apenas baixar o motor gráfico e configurá-lo. Nessa última versão do motor gráfico você pode criar um projeto para várias plataformas diferentes, mas, obviamente, focaremos no Android. Primeiramente baixe a última versão do Cocos2d-x nesse site. Eu baixei a versão 3.3, sendo a última publicada até o momento da criação desse tutorial.

Após você ter baixado o motor gráfico, descompacte-o em um lugar que você conheça. Abra o Prompt de Comando e navegue até a pasta principal do Cocos2d-x. Agora você executará o script de configuração do motor gráfico. Para isso, digite “python setup.py”. Ele realizará uma sequência de perguntas pedindo que você digite vários caminhos, entre eles estão os caminhos do NDK e do JDK. Execute novamente o script para saber se você digitou todos os caminhos de forma correta. Execute-o sucessivas vezes até você perceber que os caminhos estão corretos. A Figura 5 mostra eu configurando o motor gráfico.

Figura 5 - Configuração do motor gráfico

Figura 5 – Configuração do motor gráfico

Após você configurar o motor gráfico, reinicie o seu sistema e abra novamente o Prompt de Comando. Digite “cocos -v” e veja se aparece a versão do console do Cocos2d-x. Caso isso ocorra, você configurou o motor gráfico corretamente. A Figura 6 mostra o teste realizado por mim.

Figura 6 - Teste do console do motor gráfico

Figura 6 – Teste do console do motor gráfico

Criando e executando um novo projeto Cocos2d-x

Se tudo ocorreu nos conformes até o momento, você já pode criar e executar  projetos no Cocos2d-x. Para criar um projeto, abra o Prompt de Comando e digite “cocos new Teste -p com.Santy.Teste -l cpp -d Santy”. Essa linha de comando significa que você está criando um projeto nomeado “Teste”, com pacote Android nomeado “com.Santy.Teste”, que é desenvolvido na linguagem C++ pelo desenvolvedor nomeado “Santy”. A criação demorará alguns instantes e aparecerá na tela algo como o que é mostrado na Figura 7. Nesse momento, o projeto já está criado e ele se encontra na pasta onde você chamou o comando “cocos”. Você pode ver o projeto criado e as principais pastas na Figura 8.

Figura 7 - Criando um projeto em Cocos2d-x

Figura 7 – Criando um projeto em Cocos2d-x

Figura 8 - Projeto criado

Figura 8 – Projeto criado

Agora, meu amigo, basta você compilar o código normalmente, executando o script build_native.py, localizado na pasta proj.android, com o interpretador Python e executar o jogo normalmente pelo Eclipse. Se você não se lembra como fazer isso, dê uma olhada nesse tutorial. Você também pode executar o jogo sem o uso do Eclipse, digitando no Prompt de Comando “cocos run -p android” na pasta do projeto. Pronto … agora basta utilizar esses dois comandos quando você quiser criar projetos em Cocos2d-x ou os executar. =]

Vimos nesse tutorial quais são os softwares necessários para a criação e compilação de projetos que utilizam o motor gráfico Cocos2d-x. Também configuramos o motor e criamos um projeto de jogo. No próximo tutorial será o primeiro de um novo conjunto de tutoriais cujo objetivo é finalizar um game bastante conhecido. Ainda não sei qual será o jogo que implementaremos, ficamos todos no aguardo.

Um grande abraço e até mais.

Santiago Viertel

Santiago Viertel

Formado em Bacharelado em Ciência da Computação (UDESC), mestre e doutorando em Análise de Algoritmos (UFPR). Foi programador da Céu Games por 8 anos. Possui a preferência por jogos de estratégia e de tiro em primeira pessoa. Jogando bastante DotA 2, Left 4 Dead 2 e Age of Empires II HD.

Send this to a friend