Tutorial: Configurando o ambiente de desenvolvimento no Debian – Parte 1: Instalando o Android Studio

Hoje atenderemos a várias requisições de nossos leitores.

Uma dúvida recorrente dos desenvolvedores de jogos para a plataforma Android que querem utilizar o motor gráfico Cocos2d-x é: como configurar o ambiente de desenvolvimento com as ferramentas atuais?

Teremos uma sequência de tutoriais que auxiliará, passo a passo, na configuração do ambiente de desenvolvimento de jogos para Android.

Parte 1 – Parte 2Parte 3Parte 4Parte 5Parte 6

No último tutorial, nós finalizamos o desenvolvimento de um jogo ao estilo Duck Hunt. Nessa nova sequência de tutoriais, nós não desenvolveremos um game. Nós atenderemos alguns pedidos de nossos fiéis leitores em: como configurar corretamente o ambiente de desenvolvimento de forma que possamos programar jogos com Cocos2d-x utilizando o Android Studio.

Para que possamos programar jogos com Cocos2d-x no sistema operacional Linux, mais especificamente na distribuição Debian, é preciso, antes, configurar corretamente o ambiente de desenvolvimento. Essa configuração começa com a instalação do compilador Java oficial mantido pela Oracle. Somente após isso, é possível fazer a instalação do Android Studio.

Então, vamos iniciar o tutorial de hoje com a remoção do JDK nativo do Debian.

 

Removendo o OpenJDK

openjdkAntes de fazer o que propõe esse item do tutorial, vale explicar brevemente o que é o OpenJDK. O OpenJDK é uma opção em software livre para compilar e executar aplicações Java. Parece ser uma boa opção para nós, porém, esse compilador e máquina virtual não dão suporte a alguns tipos de aplicações, ainda. Infelizmente, esse é o nosso caso, sendo necessário instalar a versão do JDK oficial, este mantido pela Oracle. Para tal, distinguirei o OpenJDK e o JDK mantido pela Oracle, como nativo e oficial, respectivamente.

Muitos removem o JDK nativo e mantêm somente o oficial. Mas, saibam que não há necessidade de remover o JDK nativo para que você possa desenvolver aplicativos para Android. É possível manter os dois JDKs instalados ao mesmo tempo, na mesma máquina. Caso essa seja a sua opção, é necessário deixar o JDK oficial como o compilador e interpretador padrão. Isso faz com que, quando você desenvolve um aplicativo Java, o seu código seja compilado com o JDK oficial em vez de ser compilado com o JDK nativo. E se a sua opção for remover o JDK nativo, o que também é de minha preferência pessoal, siga os seguintes passos.

Para os curiosos de plantão, primeiramente verifique se você realmente tem o OpenJDK instalado na sua máquina. Para isso, abra o Terminal do Linux, digite “java -version” e aperte “Enter”. Deve aparecer algo como o que é mostrado na Figura 1.

Figura 1 - Versão da máquina virtual Java
Figura 1 – Versão da máquina virtual Java

Para apagar o OpenJDK, você precisará logar como superusuário no Terminal. Se você não sabe logar como superusuário no Debian, digite “su -” e aperte “Enter”. Será requisitado a você a senha do administrador do computador. Digite a senha e aperte “Enter”. Atenção, se você não sabe a senha do administrador, você não poderá fazer muita coisa desse tutorial. Após você digitar a senha corretamente, você estará logado como superusuário. Para apagar o OpenJDK, digite “apt-get purge openjdk-7-*” e aperte “Enter”. A Figura 2 mostra esse procedimento sendo executado.

Figura 2 - Apagando o OpenJDK
Figura 2 – Apagando o OpenJDK

Pronto. Para você saber se o OpenJDK foi removido com sucesso, digite “java -version” novamente no terminal. Se foi feito corretamente, deve aparecer algo semelhante a Figura 3.

Figura 3 - OpenJDK removido
Figura 3 – OpenJDK removido

Se você executou todos esses passos até agora e ocorreu tudo “nos conformes”, então o seu computador não tem mais a máquina virtual e muito menos o compilador Java. Porém, mantê-la assim obviamente trará alguns problemas ao se executar aplicativos Java.

Então, parta o quanto antes para o próximo item desse tutorial.

 

Instalando o JDK oficial

java-oracleExistem várias formas de se instalar o JDK oficial no Debian. Eu mostrarei uma que busca a instalação de um repositório PPA. Não é a melhor forma de se instalar o JDK oficial no Debian, pois um repositório PPA é utilizado na distribuição Ubuntu. Porém, essa forma de instalação também funciona e parece um pouco mais simples. Vale lembrar que, para você conseguir concluir essa etapa, é indispensável que o seu computador esteja conectado a Internet.

Abra o Terminal e logue como superusuário digitando “su -” e apertando “Enter”. Agora, você precisará digitar uma sequência de códigos seguidos de “Enter”. Digite no terminal cada linha a seguir:

echo “deb http://ppa.launchpad.net/webupd8team/java/ubuntu trusty main” | tee /etc/apt/sources.list.d/webupd8team-java.list

echo “deb-src http://ppa.launchpad.net/webupd8team/java/ubuntu trusty main” | tee -a /etc/apt/sources.list.d/webupd8team-java.list

apt-key adv –keyserver hkp://keyserver.ubuntu.com:80 –recv-keys EEA14886

Você acabou de adicionar na lista de repositórios do seu sistema o repositório do JDK oficial. Atualize os arquivos de repositório do seu sistema operacional Debian digitando “apt-get update” no terminal e apertando “Enter”. Agora você pode instalar o JDK oficial diretamente pelo Terminal. Digite “apt-get install oracle-java8-installer” e aperte “Enter”. Dado início a instalação, será requisitado o aceite dos termos de uso do JDK oficial. Como é um software mantido por uma empresa, para você utilizar, mesmo que seja gratuito, é necessário aceitar os termos. A Figura 4 mostra a tela que informa o caminho para os termos de uso. Aceite os termos e espere a instalação finalizar.

Figura 4 - Termos de uso do JDK oficial
Figura 4 – Termos de uso do JDK oficial

Agora faça o teste para saber se o JDK oficial foi instalado com sucesso. No Terminal, digite “java -version” e aperte “Enter”. Se tudo foi feito de forma adequada, aparecerá uma tela como a Figura 5. Todo esse procedimento instalou tanto o compilador como o interpretador. Confirme essa etapa digitando “javac -version” e apertando “Enter”. Tanto o interpretador (java) como o compilador Java (javac) foram instalados na sua máquina. Só sucesso. =]

Figura 5 - JDK oficial instalado
Figura 5 – JDK oficial instalado

Com isso, você pode tanto desenvolver aplicativos Java como dar início ao desenvolvimento Android com o Android Studio. Além disso, as aplicações Java voltaram a executar normalmente no seu computador, caso você tenha apagado o OpenJDK anteriormente.

Bora para o próximo item desse tutorial!?

 

Instalando o Android Studio

android-studio-logoPara finalizarmos o tutorial de hoje, basta instalarmos o Android Studio. Na verdade, falta muito pouco para que isso se concretize. Primeiramente, baixe a última versão do Android Studio para Linux aqui.

Note que o arquivo baixado é um arquivo compactado. Descompacte esse arquivo no lugar em que você deseja que fique armazenado todo o repositório de desenvolvimento para a plataforma Android.

Abra o Terminal e acesse a pasta onde você descompactou o arquivo baixado. Acesse a pasta “android-studio/bin”. Execute o script “studio.sh” digitando “./studio.sh” e apertando “Enter”. Será iniciado o download de todas as ferramentas necessárias para o desenvolvimento Android. Após o download ter sido efetuado, o Android Studio será aberto. A tela inicial do aplicativo é a mostrada na Figura 6. Toda vez que você desejar abrir o Android Studio a partir de agora, basta executar o script “studio.sh”. Para deixar o processo de abertura do aplicativo mais fácil, crie um atalho para o script.

Figura 6 - Tela inicial do Android Studio
Figura 6 – Tela inicial do Android Studio

Iniciamos nesse tutorial a configuração do ambiente de desenvolvimento de jogos para Android com o motor gráfico Cocos2d-x. Mostramos como remover do Linux Debian o OpenJDK e como instalar a versão oficial do JDK mantido pela Oracle. Após a instalação do JDK oficial, indicamos como se instala o Android Studio.

Já demos o nosso primeiro passo para a configuração do ambiente de desenvolvimento. No próximo tutorial nós indicaremos como se cria um aplicativo Android e executaremos um “Hello World” no celular.

Um grande abraço e até mais. []

Santiago Viertel

Santiago Viertel

Formado em Bacharelado em Ciência da Computação (UDESC), mestre e doutorando em Análise de Algoritmos (UFPR). Foi programador da Céu Games por 8 anos. Possui a preferência por jogos de estratégia e de tiro em primeira pessoa. Jogando bastante DotA 2, Left 4 Dead 2 e Age of Empires II HD.

Send this to a friend